Mar, Ambiente e Geologia - Serviços

Método Gravimétrico

A atração gravitacional é uma propriedade de toda a matéria que contêm massa. A força gravimétrica de um corpo, como a Terra, atrai todos os outros corpos a seu redor, decrescendo, em intensidade, a uma razão inversamente proporção à distância entre esses corpos.

O método gravimétrico, utilizado para a investigação do interior da Terra, baseia-se na medição e interpretação da variação local do campo gravimétrico, resultante das diferençasde densidade entre os diversos tipos de rochas localizadas na superfície e subsuperfície terrestres.

O gravímetro é um instrumento utilizado na medição do valor local da aceleração da gravidade, ou seja, mede a intensidade do campo gravimétrico da Terra de um determinado local. Consiste basicamente em um arranjo de pêndulo e acelerômetro, caracterizando-se por ser um equipamento sensível e muito preciso. É adequado para detectar variações muito pequenas no valor da aceleração de gravidade que reflete, em última instância, as variações de densidade em subsuperfície (Tabela 1).

Quando observamos em uma dada região um valor de aceleração de gravidade diferente do que o previsto por um modelo teórico, dizemos que ali existe uma anomalia gravimétrica. Isso significa que o material em subsuperfície, apresenta uma densidade diferente da esperada. Por exemplo, podemos associar uma anomalia gravimétrica positiva, a uma jazida de minério de ferro, que apresenta alta densidade relativa, ou uma anomalia negativa a um domo salino, devido à baixa densidade relativa do domo (Figura 1).

O método geofísico Gravimétrico pode ser aplicado em uma grande diversidade de estudos, tais como:

Óleo e Gás: Determinar a localização de domos de sal e demais estruturas que podem estar associadas a depósitos de óleo, assim como averiguar mudanças de densidade do reservatório, podendo auxiliar no processo de recuperação;
 Exploração Mineral: Detectar e mensurar depósitos minerais, como depósitos de níquel, kimberlitos (diamantes), ferro, dentre outros;
 Mapeamento Geológico;
 Engenharia Civil: Estudar a integridade de estradas, e diques, procurando por áreas de fraquezas em sub-superfície;
 Geotécnica: Detectar vazios e cavidades;
 Estudos Regionais: Determinar o tipo de rocha, compactação do solo e presença de água;
 Mapeamento da Geóide: Medir as variações da gravidade na superfície terrestre, podendo melhorar a estimativa da altura do GPS;
 Arqueologia: Localizar estruturas enterradas (muralhas, construções, tumbas).

Relacionados

LEPLAC Brasil
Programa para o Delineamento da Plataforma Continental da Namíbia
Projeto de Delineamento da Linha de Baixa-Mar de Angola
Projeto de Extensão da Plataforma Continental de Angola
Voltar para o topo